quinta-feira, 31 de março de 2011

Açaí: Desvende esta fruta!


O açaí é um alimento muito importante na dieta dos habitantes da Amazônia, onde seu consumo remonta aos tempos pré-colombianos. Hoje em dia é cultivado não só na Região Amazônica, mas em diversos outros estados brasileiros, sendo introduzido no resto do mercado nacional durante os anos oitenta e noventa, com modificações no modo de consumo.
O Açaí (Euterpe oleracea) sempre foi uma importante fonte de alimento para as populações indígenas do Brasil e sempre foi considerada uma das plantas medicinais mais importantes da Amazônia. O açaí é tradicionalmente servido em cuias (espécie de tigela redonda indígena), e misturado com tapioca, açúcar e/ou mel. As frutas do açaí são liofilizadas (secadas) e transformadas em pó, sucos e suplementos nutricionais, vez que as propriedades energizantes e antioxidante tornaram o açaí um alimento natural muito popular fora da região da Amazônia e até mesmo da região Norte nos últimos anos.
O açaí é um arbusto perene nativo das floresta tropical Amazônica, com frutas pequenas, redondas, de cor roxa escura, com aparência semelhante a de uvas. No entanto, a semente do açaí é muito grande e ocupa a maior parte da fruta.
O açaí foi primeiramente utilizado por tribos da Amazônia para diversos fins medicinais, entre elas por possuir a capacidade de fortalecer o sistema imunológico, combater infecções, fortalecer e proteger o coração de doenças cardíacas, e até mesmo como um remédio natural para a disfunção erétil (impotência sexual). O açaí também sempre foi apreciado como um alimento energético e sua polpa era tradicionalmente usada para fazer vinho.

O açaí é um excelente tônico natural que pode ser facilmente incorporado na maioria das dietas e regimes diários de alimentação para melhorar a disposição e a resistência. No entanto, deve-se sempre comprar açai de fontes confiáveis. Como suplementação, o açai liofilizado é usado para fazer cremes, sorvetes, e sucos, além de muitas vezes ser misturado com outras frutas e alimentos antixiodantes. A fruta fresca é disponível somente em apenas em regiões de florestas tropicais, como é o caso da Amazônia, situada na região Norte do Brasil.

O açaí é freqüentemente encontrado em forma de suplemento. É considerado um dos alimentos mais nutritivos disponíveis no mercado, razão pela qual muitas pessoas que o consomem, principalmente em forma de suplemento, alegam ótimos resultados. Um estudo realizado pela Universidade Estadual da Flórida (EUA) mostrou que a fruta do açaí tem um enorme potencial para ajudar pessoas que enfrentam condições debilitadas de saúde e até mesmo pode trazer benefícios para o tratamento do câncer, vez que pode enfraquecer ou até mesmo destruir células canceríginas.

O açai inclusive é recomendado para praticantes de atividade física que não querem acumular peso, uma vez que as propriedades naturais estimulantes que estão presentes no açaí muitas vezes é até mais benéfico que a ação estimulante de bebidas como o café e outros remédios industrializados. A fruta do açaí deixará a pessoa mais fortalecida, revigorada e saciada do ponto de vista da fome, o que fará com que queime mais calorias, trabalhe por mais tempo e faça menos esforço, ao mesmo tempo que ajuda no ganho de massa muscular magra. Além disso, o açaí ajuda na eliminação de resíduos pelo corpo. Cumpre esclarecer entretanto que, para uma condição de vida saudável, deve-se levar em conta toda a dieta e prática de exercícios físicos combinados, vez que o açaí sozinho não faz milagre.

Propriedades medicinais:
-É adstringente,anti-helmíntico,anti-hemorrágico,resolutivo,depurativo do sangue.
-Auxilia a tratamentos no fígado.
-Combate:diarréia,icterícia,cirrose,anemia.
-Combate vermes.
- 100 g de açaí possui 250 calorias, daí o açaí ser uma excelente fonte de energia.
- O açaí é rico em proteínas, fibras e gorduras (lipídeos).
- Vitaminas presentes no açaí: C, B1 e B2.
- O açaí ainda é rico em ferro, cálcio e fósforo.


Ele é irresistível. O famoso açaí já tem espaço garantido no cardápio dos brasileiros. Apesar de ocupar o topo da lista de alimentos preferidos, ele é ao mesmo tempo temido, devido a sua fama de ser muito calórico. Quem faz dieta, evita o seu consumo. Mas, será que esta é mesmo a melhor opção?

Não se pode negar que o açaí que encontramos em lanchonetes é mesmo uma bomba calórica. Cada 100 gramas deste alimento contém 250 Kcal. Só que o que eleva este valor é a mistura de xarope de guaraná, banana, amendoim, granola, albumina, dentre outros produtos muito calóricos.
Contudo, nem só de calorias é feita a fruta.Seu consumo traz benefícios ao coração: O açaí é uma fruta rica em ferro e em gordura monoinsaturada, aquela gordura que previne doenças cardiovasculares. Além disso, contém grande quantidade de antocianinas (responsáveis pela coloração vermelha), que são antioxidantes e tem ação anticancerígena e antiinflamatória.
E para os fãs desta fruta, mais uma boa notícia. Ela é rica em fibras, cálcio e potássio. É por isso que o açaí é indicado para quem pratica exercícios e quer ganhar massa muscular. Ela é fruta energética. Só não devem consumir constantemente o açaí, aquelas pessoas que malham com o objetivo de emagrecer.
Quem está lutando contra a balança pode e deve consumir o açaí, mas, de uma maneira moderada: Fazer um suco menos concentrado, usando a maçã para adoçar pode ser a melhor saída.

Gorduras Saturadas: Os 10 alimentos que estão na lista negra: Fuja deles!


As gorduras saturadas estão presentes em carnes gordurosas, aves com pele e laticínios integrais como queijo, leite e iogurte. O consumo excessivo desta gordura eleva a quantidade de glicose do sangue podendo causar diversas doenças, dentre elas a diabete.

Para você eliminar de vez estas vilãs, confira uma lista com os 10 alimentos que oferecem maior risco:
-Queijo:
Inclua a cottage na sua alimentação e esqueça aqueles mais amarelados.

-Carne vermelha:
Prefira os peixes e o frango sem pele. Quando não tiver esta opção, fique com as versões que apresentem menor quantidade de gordura, como o filé mignon.

-Leite:
Nem chegue perto das versões integrais. Para consumir esta bebida, só mesmo comprando a opção “desnatado”.

-Óleos:
Neste caso, a dica é a seguinte: Quando você preparar uma receita simples que não fica tanto tento no fogo, prefira o azeite. Isso vale para os pratos feitos até 180 ºC. Mas, no caso de receitas em altas temperaturas, fique com o óleo de canola.

-Sorvete:
Esta delícia pode se transformar em uma grande vilã. Consuma sorvete em dias que você teve um almoço leve, repleto de verdes, ou seja, quando a sua cota de gordura ainda permitir. Caso contrário, a sobremesa deverá ser gelatina mesmo.

-Bolos, biscoitos e pães:
Os ingredientes destes alimentos costumam ser muito ricos em gorduras saturadas. Por isso, a melhor opção é incluir um deles em apenas uma das suas refeições. O café da manhã sempre será a melhor escolha.

-Manteiga e margarina:
A briga entre a manteiga e a margarina parece estar longe de chegar ao fim. De qualquer maneira, já está comprovado que nenhuma das duas trazem benefícios à saúde. Então, evite ao máximo o consumo das duas.

-Gordura hidrogenada e banha:
Tudo bem que a sua avó costumava cozinhar com estes produtos que deixam a comida com um sabor especial. Porém, hoje em dia, não há desculpas para você cometer um desatino desse. Prefira o azeite ou o óleo de canola mesmo.

-Molhos:
Não adianta de nada comer um prato de salada regado com molho à base maionese. Estes ingredientes contêm grande quantidade de gordura. Prefira as opções de tempero que levam creme de leite ou iogurte.

-Pele de frango:
Aqueles petiscos, tipo frango a passarinho, são mesmo irresistíveis. Contudo, se você quer ter uma alimentação saudável, corte qualquer prato em que a ave seja preparada com a pele.

Tudo o que você tem que saber sobre o tomate:


Existem alguns alimentos que são verdadeiros aliados quando o assunto é a nossa saúde. Um bom exemplo disso é o “tomate”. Este tão conhecido fruto, que está presente em grande parte das nossas refeições, possui propriedades muito benéficas ao nosso organismo. É uma ótima fonte de nutrientes, vitaminas e ainda auxilia na prevenção de diversas doenças.
Os tomates são, de longe, a fonte mais rica em Licopeno, poderoso antioxidante que combate os radicais livres, retarda o envelhecimento e pode proteger contra o câncer, inclusive o de próstata.
O licopeno é um carotenóide que confere a cor vermelha ao tomate e pode ser também encontrado, em menores quantidades, na melancia, na goiaba, no morango e no mamão. Quanto mais intensa for a cor vermelha do tomate, mais rico em antioxidante ele será.
Por ser um carotenóide, o Licopeno é melhor absorvido na presença de gorduras saudáveis. A adição de uma dose moderada de gordura monoinsaturada facilita o transporte, a absorção e a ação do Licopeno no organismo. Por isso, para tornar sua preparação à base de tomates ainda mais poderosa e saudável, acrescente 1 fio de azeite de oliva extra-virgem processado à frio.

Benefícios do tomate:
-Estimula as enzimas, previne a coagulação sanguínea.
-É anticancerígeno porque inibe as enzimas responsáveis pela metástase das células cancerígenas.
-Como possui ferro previne e cura anemia, fraqueza, palidez, o fósforo contido aumenta a resistência física.
-Age sobre os ossos, distúrbios nervosos, stress e problemas de obesidade, além de fortalecer o cérebro auxiliando no aprendizado.
O magnésio contido no tomate protege contra doenças cardiovasculares, hipertensão, nervosismo, tensão pré-menstrual e problemas da próstata.
-Combate depressão e tremores.
-Contém potássio, que age também contra fraqueza em geral, arritmia e também pressão alta.
-A vitamina B2 do tomate(riboflavina) protege contra distúrbios nos olhos, distúrbios digestivos e ferimentos na boca.
-Apresenta ainda outros benefícios provenientes da vitamina C que aumenta a imunidade contra resfriados e outras infecções inclusive AIDS.
-O tomate pode ser consumido cru, cozido ou em molhos que não perde suas propriedades.
-Evite o consumo de tomates verdes pois é contra indicado para os rins e sempre que possível também os molhos e extratos industrializados por conterem químicas que não são saudáveis.
-É adstringente, anti-séptico,desintoxicante.
-Auxilia contra a queda de cabelos, contra a caspa, contra pele oleosa e acne,calos
e verrugas
-Indicado em casos de inflamações de garganta, cálculos nos rins e na bexiga.
-Também em relação à estética, o tomate atua no combate ao envelhecimento precoce. Sem contar que, como é pouco calórico, ele pode ser consumido sem moderação.

Abaixo, veja tudo o que você precisa saber sobre o tomate:
- O indicado é que você consuma um copo (200 ml) de suco ou de molho de tomate, quatro vezes por semana.
- Quando for comprar tomates, leve em consideração a maneira como irá prepará-lo. Os mais maduros e vermelhos são ótimos para dar cor e consistência aos molhos, sopas, cremes e sucos, mas não há necessidade de que sejam grandes e bonitos.
- Os verdes, que amadurecem fora do pé, só são indicados em caso de frituras.
- Para as saladas, escolha os maiores que não estejam machucados, de cor uniforme, lisos e brilhantes.
- Conserve-os na geladeira. Mas saiba que as baixas temperaturas podem fazer com que eles percam algumas propriedades nutritivas.
- Após comprá-los, consuma-os em, no máximo, uma semana.
- Congele apenas o molho de tomate, nunca ele inteiro!

O poder medicinal do abacaxi!


Uma das frutas mais tradicionais na mesa dos brasileiros é capaz de fazer verdadeiros milagres quando se trata da nossa saúde. O abacaxi é uma daquelas opções baratas e versáteis que pode e deve marcar presença na nossa lista de compras semanal. Além de ajudar no emagrecimento, o abacaxi é um aliado para reduzir o colesterol, evitar gripes e resfriados e, ainda, atua como antioxidante.

O poder medicinal do abacaxi:
-Reduz o colesterol:
Possui fibras solúveis que atuam diretamente no sangue, evitando a aglomeração de gordura no organismo.
-Evita gripes e resfriado:
O abacaxi é rico em vitamina C, que reforça a defesa do organismo imunizando-o contra diversas doenças, como a gripe e o resfriado.
-Antioxidante:
A vitamina A, presente em grande quantidade na fruta, age como antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce e até alguns tipos de câncer.
-O abacaxi, além de ótimo purificador do sangue, é diurético e ajuda a digestão.
-Sua indicação notável é no tratamento das feridas, inflamações, infecções.
-Em infecções agudas, consumido em fatias, é um ótimo parceiro dos antibióticos. -Contra tosse catarral, usa-se duas colheres de suco de abacaxi diluídas em uma xícara de água quente e uma colher de mel. Beber bastante quente antes de deitar-se.
-O abacaxi é rico em diversos nutrientes. Ele é um ótimo alimento para o verão, pois é composto por 86% de água, ajudando na hidratação do organismo, essencial nessa época do ano.
-Além disso, possui vitamina A, que faz bem à pele e aos olhos. E também contém vitamina C, que favorece a boa dentição e facilita a circulação sanguínea.
-Ocorre no abacaxi uma enzima denominada bromelina. Essa enzima tem a propriedade de decompor certas proteínas e, por isso, muitas vezes o abacaxi é empregado como vermífigo para determinados tipos de vermes que se prendem ao intestino por um muco. A ação dessa enzima também auxilia a digestão e favorece a expectoração do catarro, havendo, no mercado, xaropes à base de bromelina. Essa enzima, no entanto, é destruída pelo calor do cozimento, portanto, para usufruir de suas propriedades medicinais é necessário consumí-lo cru.
-Mas o abacaxi tem diversas outras aplicações na medicina caseira, sendo utilizado no tratamento da bronquite e da difteria.
-É também usado como diurético, combate a prisão de ventre, desobstrui o fígado, combate inflamações do tubo digestivo e auxilia na cura de febres intestinais.
-É muito útil em caso de cálculos renais e vesicais. É bom contra enfermidades da bexiga, da próstata e da uretra. É bom remédio contra reumatismo e artritismo e é depurativo do sangue.

Sugestões de uso:
-No liquidificador, bata 400 ml de água, 1 xícara de chá de acerola, 2 rodelas de abacaxi e suco de 1 limão. Coe e tome 1 copo 2 vezes ao dia.

-No liquidificador, bata 2 rodelas de abacaxi, 2 folhas de hortelã e ½ litro de água. Tome 1 copo, 2 vezes ao dia, após as refeições.

-No liquidificador, bata 2 rodelas de abacaxi, 1 folha de couve lavada, ½ maçã sem casca e sem sementes e 200 ml de água. Coe e tome a qualquer hora do dia. sementes e 200 ml de água. Coe e tome a qualquer hora do dia.

A fruta que rejuvenesce e elimina colesterol ruim!


A produção brasileira está a todo vapor: os morangos da safra estão suculentos e com precinhos camaradas. Eis uma boa hora para tirar proveito dessa rica fonte de saúde. Além de ter vitaminas, o morango é a fruta que mais contém substâncias que combatem o envelhecimento da pele.
Além disso, pode ser um santo remédio contra o reumatismo. E mais: cada 100 gramas têm apenas 32 calorias. Ou seja, ele também é um prato cheio para quem está de dieta.

Aproveite!
-Ácido elágico: Evita danos nas células e reduz a ameaça de tumores nos órgãos da digestão.
-Antocianina (dá cor à fruta): Age como antioxidante, prevenindo contra a arteriosclerose e o envelhecimento da pele.
-Fibras: Controlam o colesterol, ajudam o intestino a funcionar bem e afastam o risco de diabetes.
-Fisetina: Melhora a memória, porque estimula o cérebro.
-Fósforo, magnésio e potássio: Trio de nutrientes fundamental para manter o bom funcionamento do sistema nervoso.
-Pectina: Previne o câncer de próstata e a prisão de ventre.
-Vitamina B5 (niacina): Protege contra reumatismo e problemas de pele.
-Vitamina C: Fortalece os ossos, age contra infecções, cicatriza ferimentos e afasta gripes.

Preserve os nutrientes:
-Tente não picar: Quanto mais cortado for, maior o contato com o ar. Isso faz com que parte dos antioxidantes se percam.
-Evite levar ao fogo : Boa parte da vitamina C some quando a fruta é cozida. Sugestão: use-a no fim do preparo (ou para decorar).
-Mantenha as vitaminas: Não bata os morangos por muito tempo no liquidificador, para obter mais benefícios à saúde.
-Beba logo: Ao fazer um suco, tome-o assim que bater. Os nutrientes da fruta se perdem rapidamente na bebida.

Fique longe do veneno!
Como nem tudo é perfeito, muitas vezes o morango contém agrotóxicos. Na hora da compra, prefira o produto com selo de certificação que garante a origem e os cuidados no cultivo. Observe também a cor: "Quanto mais vermelho, melhor. Isso indica que ele está maduro e que os pesticidas já perderam parte do efeito", ensina a nutricionista Daniela Jobst, de São Paulo.
-Deixe os morangos de molho em uma solução de água com um punhado de bicarbonato de sódio. Lave e conserve na geladeira.

Comer maçã faz bem à saúde!


A cada dia nos surpreendemos mais com o avanço da ciência. Porém, muito mais do que criar substâncias que parecem fazer verdadeiros milagres a nossa saúde, ela é responsável por descobrir os benefícios que a natureza nos oferece. A bola da vez é a velha e conhecida maçã.

Essa fruta, que já faz parte da nossa rotina e está presente nas compras da maioria dos brasileiros, é rica em quercetina. Essa substância, dentre outras funções, ajuda no combate aos radicais livres, moléculas que prejudicam o funcionamento do organismo e aceleram o envelhecimento das células.

Esse é o resultado de um estudo realizado pela INBRAVISA - Instituto Brasileiro de Auditoria em Vigilância Sanitária. A recomendação é que se consuma, pelo menos, uma maçã ao dia para que o organismo tenha os benefícios desta substância. É claro que existem outros alimentos que possuem a quercetina, mas a maçã, por ser uma fruta relativamente barata a acessível à maioria das pessoas acaba se transformando na melhor fonte da substância.

USO MEDICINAL DA MAÇÃ:
-A maçã se destaca pelo seu alto valor em vitaminas do complexo B, C e E, potássio e fibras.
-Excelente para o sistema digestivo e imunológico.
-Elimina as toxinas e dissolve o ácido úrico, reduz o colesterol.
-Previne o câncer digestivo, evita alergias, é ótima para dissolver cálculos dos rins e da vesícula.
-Desinfetante bucal, elimina o mau hálito.
-Na limpeza do trato vocal, são indicados a maçã, que por sua propriedade
adstringente auxilia a limpeza da boca e da faringe, favorecendo uma voz com melhor ressonância.
-A maçã tem ação benéfica e protetora em toda a mucosa digestiva. É capaz de vencer todos os desarranjos do aparelho digestivo, desde a diarréia infantil do recém-nascido até certas anormalidades rebeldes do intestino adulto.
-Ótima para prisão de ventre.
-Boa no tratamento para herpes e eczema.
-Excelente agente para prevenir o manter a taxa de colesterol em níveis aceitáveis através da ingestão de uma maçã/dia. Esse efeito é devido ao alto teor de pectina, encontrada em sua casca, a qual entra no metabolismo do colesterol.
-Combate o artritismo, gota, reumatismo, dor ciática.
-Calmante por natureza proporciona sono relaxante.
-Atua também no combate a doenças crônicas de pele, na sífilis.
-Auxilia na obesidade promovendo a saciedade.
-Depurativo do sangue, em virtude de conter em seu conteúdo o ácido málico, que elimina detritos provenientes do metabolismo.
-Impede a formação de cálculos.
-Age em distúrbios intestinais, colite.
-Atua como tônico cardíaco, prevenindo o infarto do miocárdio.
-Previne infecções da garganta.
-Fortalece o cérebro,pois contém ácido fosfórico numa forma facilmente digerível. -Fortalece os ossos, facilita o funcionamento do fígado e é indicado ainda na tuberculose, bronquite e asma.
-Purifica o organismo como um todo, desinfeta e cura sem prejudicar.
Como pudemos constatar a maçã é uma fruta de primeira grandeza, que não pode faltar na alimentação de nenhuma pessoa que queira viver de forma saudável.
-Pode prevenir o derrame. Melhora a respiração.
-Retarda o envelhecimento.

terça-feira, 29 de março de 2011

Óleo de coco – Ajuda a emagrecer e a queimar gordura


De acordo com o cardiologista e nutrólogo, Dr. Sérgio Puppin, autor do livro Coco – O Milagre de Uma Gordura, o óleo de coco pode além de ajudar a queimar gorduras, queimar calorias, saciar a fome, pode ainda ajudar a combater os desníveis do colesterol, ajuda a melhorar a imunidade e ainda dá energia, mas nem pense que isso tudo é de um dia para outro, os resultados acontecem com o consumo diário e hábitos sempre saudáveis.

Saúde e emagrecimento
O óleo de como é extraído da da polpa do coco fresco maduro por processos físicos, passando pelas etapas de trituração, prensagem e tripla filtração. Rico em vitamina E, ácidos graxos (gorduras do bem) e principalmente rico em ácido láurico, substância ativa no leite materno e que dá forças ao sistema imunológico, seu consumo regular protege todo o organismo de bactérias, vírus, fungos e protozoários, regulariza as funções intestinais.

“Ele é um dos poucos alimentos na natureza com características próximas às do leite materno”, diz Puppin. O ácido láurico é facilmente metabolizado pelo organismo, que acelera a queima de calorias e influencia diretamente o processo de emagrecimento. Ou seja seria como voltar a os benefícios que tivemos enquanto estávamos sendo amentados e com melhorias.

Beleza

Exatamente por ser tão rico em várias substâncias com propriedades hidratantes e antioxidantes que combatem o envelhecimento precoce, principalmente em vitamina E, o óleo é ingrediente principal para muitos produtos de beleza e pode ser usado mesmo puro, nos momentos de massagem.

Na medicina indiana Ayurveda, é tido como medicamento base, de uso tópico para tratar doenças na pele como dermatite e eczema. Além de ser usado em massagens orientais em bebês, visando o equilíbrio energético, como a Shantala.
Para os indianos, o óleo tem o poder de aliviar a raiva e a culpa, incentivar nossa energia vital e refrescar o corpo.

O que mais ele faz?
Entre outras coisas o óleo de coco….
* Ajuda a saciar a fome;
* Aumenta o metabolismo e queima calorias ao transformar gordura em energia;
* Ajuda na prevenção e combate a inúmeras infecções devido à alta concentração de ácido láurico;
* Melhora tanto a diarréia quanto a prisão de ventre, contribuindo na regulação da função intestinal;
* Pode ser aplicado diretamente sobre a pele, hidratando-a, além de prevenir rugas na ação antienvelhecimento.
* Refresca e alivia tensões do dia a dia, quando usado em massagens relaxantes.

Consumo
O óleo não é remédio e sim um complemento da dieta, ou seja não adianta tomar hoje e querer resultado amanhã, o seu uso diário é recomendado em até 3 ou 4 colheres de sopa pode dia. Nada de excesso pois é óleo do mesmo jeito e tem calorias, 1 colher de sopa do óleo tem cerca de 120 calorias.

Teoricamente, o óleo é um produto natural e sem efeitos colaterais, pode ser consumido por qualquer pessoa, mas pessoas com doenças crônicas, com problemas alérgicos, com distúrbios de aumento de colesterol ou esteatose hepática (acúmulo de gordura no fígado), e os costumeiros mulheres grávidas ou amamentando, diabéticos, crianças e adolescentes, devem consultar um médico antes.
O óleo de coco orgânico é vendido na forma líquida em supermercados e lojas de produtos naturais. Um pote de 500ml custa cerca de R$ 40,00.

Assista a reportagem completa:
http://www.youtube.com/watch?v=hfCcKv9wcm8&feature=player_embedded#at=200

Alimentos poderosos para a sua saúde!



A alimentação pode ser a porta de entrada para componentes que previnem doenças variadas, como as cardiovasculares, cânceres, diabetes. Por isso, cientistas do mundo todo não param de pesquisar os benefícios à saúde que cada ingrediente natural pode proporcionar.
Quer saber quais iguarias foram relacionadas a uma vida mais equilibrada?
Entre os produtos estão agrião, canela, beterraba, brócolis, canela, laticínios, café. Ou seja, acessíveis e saborosos. Se já gostava deles, agora tem um motivo a mais para saboreá-los.

1.AGRIÃO: Comer agrião pode parar o crescimento dos tumores malignos de mama, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Southampton, da Inglaterra. A equipe de cientistas verificou que o composto feniletil isotiocianato, que dá à folha o sabor picante, é capaz de bloquear a função da proteína HIF, responsável pelo crescimento de novos vasos sanguíneos que possibilitam o desenvolvimento do câncer.

2.ARROZ PRETO: Apesar de o arroz branco ser o mais consumido pelos ocidentais, é o preto, usado principalmente na Ásia, que traz os maiores benefícios à saúde, de acordo com uma pesquisa americana. Pode combater doenças cardíacas e câncer. Cientistas da Universidade Estadual da Louisiana analisaram amostras de farelo de arroz preto cultivado no Sul dos Estados Unidos e encontraram níveis elevados de antocianina, pigmento antioxidante responsável por sua cor e que protegeria as artérias e impediria danos no DNA.

3.BETERRABA: Se você é daqueles que se cansam só de pensar em fazer atividade física, o resultado de uma pesquisa realizada pela Universidade de Exeter e Escola de Medicina Peninsula, na Inglaterra, concluiu que um detalhe simples pode deixar a prática menos fadigante: beber suco de beterraba. O líquido aumenta a resistência e ajuda a se exercitar por até 16% mais tempo.

4.BRÓCOLIS: Uma pesquisa da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, descobriu que o componente do brócolis chamado sulforafano tem a capacidade de matar células-tronco do câncer de mama (que estimulam o crescimento do tumor) e prevenir que novos tumores surjam.

5.CANELA: Aos apreciadores de canela, uma boa notícia. A iguaria pode ajudar a prevenir diabetes e doenças cardíacas, de acordo com uma pesquisa americana do Centro de Ciências da Saúde Aplicada, em Fairlawn. Os participantes que provaram a especiaria registraram um aumento de 13% a 23% de antioxidantes ligados à diminuição dos níveis de açúcar no sangue.

6.CHÁ-PRETO: Cientistas do Laboratório Tianjin Key, na China, constataram que o chá-preto pode ajudar a controlar o diabetes. Para chegar a essa conclusão, estudaram os níveis de polissacarídeo nas bebidas verde, preta e oolong (uma das variedades de chá da planta Camelia Sinensis, da qual também se extrai o verde e o preto) e se elas poderiam ser usadas para tratar a doença. Os resultados apontaram que os polissacarídeos da iguaria preta tinham mais propriedades para inibir a glicose, o que beneficia os diabéticos, além de apresentarem maior efeito sobre os radicais livres, que estão envolvidos no aparecimento de patologias como câncer e artrite reumatoide.

7.AMÊNDOAS: Uma pesquisa da Universidade de Medicina e Odontologia de Nova Jersey, dos Estados Unidos, indica que a amêndoa pode prevenir diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares em pessoas com pré-diabetes.

8.LATICÍNIOS: Gosta de saborear queijo, leite, iogurte, manteiga? Pois saiba que o hábito pode ser benéfico à sua saúde. De acordo com uma pesquisa americana, feita por cientistas da Escola de Saúde Pública de Harvard e colaboradores de outras instituições, um componente dos laticínios, o ácido graxo trans-palmitoleico, pode diminuir o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

9.CURRY: Um componente do tempero indiano curry pode tornar a quimioterapia mais eficaz, segundo pesquisadores da Universidade de Leicester, na Inglaterra. A equipe tem utilizado a curcumina, um extrato da raiz do açafrão-da-índia, para orientar células resistentes ao tratamento.

10.CAFÉ: O café é apreciado por muitos, mas tem certa fama de vilão. Causaria ansiedade, palpitações, aumento da pressão. A boa notícia para quem aprecia seu sabor é que degustar quatro xícaras por dia pode proteger contra o câncer de boca e o de faringe, de acordo com um estudo americano liderado por Mia Hashibe, da Universidade de Utah.

11.CULINÁRIA MEDITERRÂNEA: A culinária mediterrânea é considerada uma das mais saudáveis e compõe seus pratos com grãos integrais, hortaliças, azeite, noz, peixes, frutos do mar. E, de acordo com uma pesquisa financiada pela Segunda Universidade de Nápoles, na Itália, reduz a probabilidade de que pacientes recém-diagnosticados com diabetes tipo 2 precisem de tratamento medicamentoso.

12.VITAMINA D: Uma dieta com fontes de vitamina D combinada à exposição solar (que auxilia o organismo na síntese da vitamina D) pode reduzir o risco de câncer de mama, segundo cientistas do Centro de Investigação em Epidemiologia e Saúde da População, da França. Testes sugerem que a vitamina D possa ter uma série de efeitos anticâncer, como retardar a propagação das células doentes. O levantamento mostrou que cerca de 45% da vitamina D referentes à alimentação das voluntárias vieram de peixes e frutos do mar, 16% de ovos, 11% de produtos lácteos, 10% de óleos e margarinas, e 6% de bolos.

13.SUCO DE ROMATE: De acordo com uma pesquisa da Universidade de Toronto, no Canadá, dois copos de suco de tomate fortalecem os ossos e podem prevenir a osteoporose. O possível responsável pelo benefício é o licopeno, que dá a cor vermelha ao alimento.

14.FRUTAS CÍTRICAS: De acordo com uma pesquisa da Universidade de Toronto, no Canadá, dois copos de suco de tomate fortalecem os ossos e podem prevenir a osteoporose. O possível responsável pelo benefício é o licopeno, que dá a cor vermelha ao alimento.

15.GENGIBRE: Uma pesquisa da Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos, indica que gengibre pode reduzir dores musculares causadas por atividade física. Deixe a preguiça de lado e se exercite!

16.VEGETAIS: Não é segredo que as grávidas devem manter uma dieta equilibrada. E, de acordo com um estudo da Academia Sahlgrenska da Universidade de Gothenburg, na Suécia, a lista de benefícios desse hábito pode aumentar. Isso porque cientistas constataram que ingerir vegetais diariamente deixaria o filho menos propenso a desenvolver diabetes tipo 1.

17.LEITE: Adora alho, mas se incomoda com o mau hálito que provoca? Então, saiba que um simples copo de leite pode ser a solução para apreciar a iguaria sem constrangimentos, de acordo com uma pesquisa da Universidade Estadual de Ohio, nos Estados Unidos. Os cientistas constataram que 200 ml do líquido têm o poder de reduzir significativamente as concentrações de substâncias químicas do alimento. Diminui, por exemplo, em 50% a presença do sulfeto de metila alilo, que não é quebrado durante a digestão e, por isso, simplesmente liberado do corpo no hálito e no suor.

18.MAÇÃ: Uma pesquisa polonesa, divulgada na publicação European Journal of Cancer Prevention, afirma que comer maçã regularmente pode reduzir o risco de desenvolver câncer colorretal (cólon e reto). As propriedades de proteção devem estar ligadas ao alto teor de flavonoides, que evitam que moléculas ou radicais livres causem danos ao tecido e podem ainda inibir o aparecimento de câncer e a proliferação celular. O composto é cinco vezes mais prevalente na casca de maçã do que em sua polpa.

19.MELANCIA: A melancia tem alto teor de água e ainda fornece minerais, vitaminas e fibras. E uma pesquisa da Universidade Estadual da Flórida, nos Estados Unidos, aponta um benefício a mais: pode diminuir a pressão arterial e prevenir que pessoas classificadas como pré-hipertensas se transformem em hipertensas.

20.NOZES: As nozes ganharam um sabor a mais após a descoberta de pesquisadores dos Estados Unidos. Segundo eles, adicionar uma quantia moderada do fruto seco a uma dieta balanceada pode ajudar idosos a melhorar o desempenho em tarefas que requerem habilidades motoras e comportamentais. A pesquisa foi realizada pelo Serviço de Pesquisa de Agricultura do governo americano com o Centro de Pesquisa em Nutrição Humana no Envelhecimento Jean Mayer USDA, da Universidade Tufts, em Boston.

21.VINAGRE: O colesterol bom (HDL) tem efeito protetor sobre a saúde cardiovascular. E, de acordo com uma pesquisa de Minnesota, nos Estados Unidos, uma ou duas colheres diárias de vinagre de maçã podem aumentar seus níveis.

22.ROMÃ: Romã pode ajudar no combate à temida gordura abdominal. De acordo com uma pesquisa da Universidade de Edimburgo, na Escócia, o suco da iguaria tornaria seus apreciadores menos propensos a desenvolver células de gordura na região.

23.MELÃO AMARGO: O resultado de uma pesquisa americana constatou que o extrato de melão amargo pode diminuir o crescimento das células do câncer de mama. O alimento é uma planta medicinal, utilizada no tratamento de diabetes e feridas, por exemplo. Cresce em áreas tropicais na Ásia, na região Amazônica, no leste da África e nas Ilhas do Caribe. É cultivado também no sul de Kyushu, Japão, devido ao clima subtropical.

24.BLUEBERRY: Problemas de memória costumam atrapalhar a vida dos idosos. E, de acordo com uma pesquisa divulgada na publicação Journal of Agricultural and Food Chemistry, da Sociedade Química Americana, o suco de uma planta largamente cultivada em países do Hemisfério Norte, mas pouco conhecida no Brasil, pode ajudar na situação: a blueberry, chamada por aqui de mirtilo.

25.PIMENTA: O tratamento de hipertensos pode ganhar uma aliada: a pimenta. Segundo uma pesquisa da Universidade Médica da Terceira Região Militar, em Chongqing, na China, o composto responsável por seu sabor picante, capsaicina, abaixa a pressão. De qualquer forma, ainda não se sabe a quantidade diária da iguaria para afastar a doença.

Faça a sua farinha de Beringela!


Pode até parecer mais um daqueles produtos milagrosos, mas este já foi provado cientificamente que realmente pode dobrar os bons resultados de uma dieta balanceada e de baixas calorias. De acordo com a coordenadora do Instituto de Nutrição da Universidade Federal do Rio de Janeiro,a nutricionista Glorimar Rosa, a Farinha de berinjela enxuga a barriguinha e ajuda a eliminar as gordurinhas extras.
Durante 2 meses testou-se a farinha em grupos diferentes de pessoas com os mesmos cardápios e a conclusão foi que a turma que ingeriu a farinha perdeu 6 kg e até 12 cm de barriga. Quem fez só a dieta secou 3 kg e 3 cm de abdome.

Como a farinha de beringela age:
-Diminui a barriguinha:
Associada a uma dieta de baixas calorias, a farinha favorece a queima da gordura corporal, principalmente na área abdominal. Com a diminuição da gordura visceral, cai o risco de diabete tipo 2 e perde-se bastante medidas.
-Metabolismo ativo:
A niacina – vitamina presente na berinjela – atua nas reações bioquímicas responsáveis pelos processos metabólicos de emagrecimento que fazem o corpo secar.
-Reduz o colesterol LDL:
Com a aceleração do trânsito intestinal, os sais biliares (substâncias que ajudam na digestão da gordura) não são absorvidos pelo organismo. Para reconstruí-los, o corpo utiliza colesterol LDL (ruim) e reduz, assim, a sua concentração.
-Regula o intestino:
As fibras não são absorvidas pelo organismo aumentam do bolo fecal e regulam o intestino. O consumo da farinha deve estar associado ao aumento da ingestão de água para equilibrar o trânsito intestinal.
-Sacia a fome:
No estômago, as fibras solúveis absorvem água do organismo e aumentam de tamanho, assim o o cérebro recebe a informação de que o corpo está saciado e não precisa mais se alimentar nas próximas horas. Além de emagrecer, a farinha de berinjela é rica em vitaminas
- Desincha o organismo:
Favorece o bom funcionamento dos rins, pois é rica em vitaminas do complexo B.
-Combate a artrite e reumatismo:
A farinha ajuda a diminuir a concentração de ácido úrico no organismo que, em excesso no sangue, se acumula em forma de cristal e provoca dores nas articulações.

Como consumir a farinha:
A farinha pode ser misturada a caldos, sopas, sucos, vitaminas e iogurtes. Combinada com uma dieta balanceada, duas colheres da farinha todos os dias ajudam a perder peso. Também inclua em sua alimentação outros alimentos ricos em vitamina C, como a laranja, por exemplo. O ideal seria pelo menos 4 colheres da farinha ao longo do dia. Quando se compra pronta no próprio rótulo vem a melhor forma de se consumir o produto.

Faça você mesmo!
A farinha já pode ser encontrada em várias casas de produtos naturais, mas para quem quer economizar, aí vai a receitinha bem fácil.
Em uma fôrma, coloque 1 kg de berinjela com casca e cortada em fatias. Em seguida, leve ao forno a uma temperatura de 200º C por cerca de 2h ou até o legume ficar crocante e ressecado. Agora, triture a berinjela desidratada no processador ou no liquidificador até virar pó. O produto deve ficar com aparência parecida com a da farinha de mandioca. Depois passe no processador ou liquidificador, para que fique bem fininha.
- Rendimento: 100 g.
- Armazenamento: guarde a farinha em um pote bem vedado, em local arejado e longe da luz. Pode ser na geladeira.
- Validade: cerca de um ano.

A Beringela e seus benefícios:


A berinjela é considerada um fruto de uma planta originária da Índia e cultivada na África. Provavelmente foi introduzida na Europa pelos Arabes e, posteriormente, veio para as Américas. É uma hortaliça anual, sendo que a época de seu plantio é de setembro a fevereiro e, em regiões de clima quente, é cultivada ao longo do ano. É considerada sensível ao frio, à geada e ao excesso de chuva na floração.

Tipos:
A berinjela pode ser clara, rajada ou escuras, considerando também o seu comprimento e o seu diâmetro.

Desvendando alguns mitos:
Nos últimos anos, o consumo de berinjela aparentemente aumentou devido às informações veiculadas sobre supostos benefícios que seu consumo ofereceria às pessoas. A idéia atual mais difundida é de que seu consumo regular ajudaria a diminuir os níveis de colesterol. Apesar de muitos acreditarem nesta informação, até o presente momento não existem estudos científicos realizados com humanos que comprovem, de maneira satisfatória, esta afirmação.Um estudo realizado com o extrato seco da berinjela verificou uma pequena correlação entre a diminuição do colesterol e o consumo do extrato seco. Porém, a resposta clínica deste estudo não atingiu os valores estabelecidos pelos órgãos competentes.Outro estudo não constatou nenhum efeito do seu suco misturado à laranja (200ml por dia), nos níveis plasmáticos de colesterol total e suas frações LDL, VLDL e HDL, bem como de triglicérides.Apesar dos diferentes resultados, os pesquisadores em questão concordam que ainda existem poucas informações acerca dos benefícios que ela oferece com relação ao colesterol.Benefícios à saúdeEmbora não haja comprovação, até o momento, de que a berinjela diminua o colesterol, esta hortaliça fornece muitos outros nutrientes benéficos à saúde.

1) Magnésio: atua nas reações enzimáticas e faz parte da constituição dos ossos e dentes;

2) Zinco: atua no crescimento e desenvolvimento do sistema imunológico e está diretamente relacionado à reprodução;

3) Potássio: atua na contração muscular, na síntese de glicogênio e no metabolismo protéico e de carboidratos;

4) Cálcio: atua na formação dos ossos e dentes, na transmissão de impulsos nervosos e na contração muscular;

5) Vitamina B1: exerce importante função no metabolismo dos carboidratos e das gorduras;

6) Vitamina B2: atua em diversos processos metabólicos no organismo, bem como na transformação de gorduras, proteínas e carboidratos;

7) Vitamina C: atua como antirradicais livres, facilita a absorção do ferro e da glicose e age na fabricação dos neurotransmissores.

Além destes compostos, contêm fenóis que agem como antioxidantes. Estas substâncias possuem atividade anti-inflamatória para evitar que as plaquetas sanguíneas se aglomerem.
Ainda, inibe a ação dos radicais livres no organismo para proteger as moléculas de DNA e prevenir processos carcinogênicos.

Sugestões de preparo e consumo:
Preparações mais utilizadas: ela é muito utilizada em cuscuz, suflê, tortas, saladas, recheada e em forma de lasanha;

Como comprar?
A de boa qualidade deve apresentar pedúnculo verde e rijo, fruto escuro, sem manchas, macio, de pele fina, brilhante e sementes claras. As opacas e amolecidas já estão velhas e perderam um pouco suas propriedades nutricionais;

Como armazenar?
Até o momento do preparo, deve ser armazenada inteira e com casca, para que não haja perda de nutrientes e alterações sensoriais, sob refrigeração, por um período máximo de quatro dias. Se guardada dentro do frigorífico, em um saco plástico, dura de uma a duas semanas;

Como preparar?
Deve ser preparada com casca, em pedaços grandes e se for cozida em água, o volume da água de cozimento deve ser o menor possível, para minimizar a perda de nutrientes. Além disso, evite cozinhar por tempo prolongado em altas temperaturas para reduzir as perdas das vitaminas hidrossolúveis (C e complexo B);

Como evitar gosto amargo?
Para retirar o gosto amargo que a caracteriza, corte-a ao meio, esfregue com sal e escorra, ou deixe-a aberta coberta com água e sal, limão ou vinagre, durante 15 minutos. Escorra em seguida e seque com papel absorvente.

Menopausa aumenta os riscos de Doenças Cardiovasculares.


Todo mundo já está cansado de saber que a menopausa causa diversas mudanças no corpo, na saúde e na rotina de uma mulher. Mas, você sabia que durante esta fase da vida a mulher fica mais propensa a desenvolver algumas doenças cardiovasculares (DCV)? Infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral) são as mais comuns. Para se ter uma idéia, estas duas doenças são as principais causas de morte em mulheres com mais de 50 anos no Brasil.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que até 2030, mais de 1 bilhão de mulheres estarão na menopausa. No Brasil, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) avalia que mais de 13,5 milhões passam pelo climatério. Para esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto, o ginecologista César Eduardo Fernandes, professor da Faculdade de Medicina do ABC e presidente do conselho científico da Associação Brasileira do Climatério (SOBRAC), comenta algumas questões que envolvem esta fase da vida da mulher.

1. Por que a menopausa aumenta a incidência de doenças cardiovasculares?
O risco cardiovascular aumenta após a menopausa porque a deficiência hormonal acelera o processo aterosclerótico, ou seja, deteriora a saúde da parede dos vasos. Por esta razão, as mulheres na pós-menopausa sofrem maior incidência de hipercolesterolemia (colesterol alto), diabetes mellitus (tipo 2), hipertensão arterial (pressão alta), obesidade visceral, que são conhecidos como fatores de risco para as DCV.
Para prevenir o risco cardiovascular, é importante que a mulher faça o controle destes fatores, além de abandonar o cigarro, praticar atividade física (pelo menos 30 minutos de 3 a 6 dias por semana), evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e fazer uma dieta equilibrada, rica em frutas, verduras e vegetais.

2. É verdade que as mulheres apresentam problemas cardiovasculares em idade mais avançada que os homens?
Sim, as manifestações clínicas das DCV aparecem, em média, cerca de 10 a 15 anos mais tarde nas mulheres do que nos homens. No entanto, muitas mulheres não fazem um controle adequado da doença, que possivelmente é desencadeada pela redução hormonal característica da menopausa, período em que o corpo feminino perde a proteção estrogênica, o principal hormônio que resguarda as artérias do coração.

3. Por que ao controlar a hipertensão arterial, diminuí-se o risco cardiovascular? Quais seriam os níveis ideais para que não ocorram danos nas artérias?
A hipertensão arterial é a força exercida pelo sangue contra a parede dos vasos, que são chamadas de artérias. Quando esta força é maior do que o normal, chamamos de hipertensão arterial. O aumento contínuo da pressão arterial faz com que ocorram danos nas artérias, desta forma, o controle irá beneficiar diversas partes do organismo, diminuindo o risco cardiovascular. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS) os valores de 120x80mmHg correspondem à pressão arterial ótima. Valores superiores a 140x90mmHg caracterizam a hipertensão, quando encontrados em múltiplas medições, e em diferentes horários, posições e condições (em repouso, sentado ou deitado).

4. A terapia de reposição hormonal (TRH) é uma opção de tratamento para reduzir o risco cardiovascular?
A TRH tem indicações bastante definidas e aceitas consensualmente na literatura médica para o alívio dos sintomas do climatério. Embora a TRH não seja um tratamento próprio para reduzir o risco cardiovascular, quando é indicada no momento certo, pode trazer o benefício de proteção contra as DCV.
Existem evidências de benefícios cardiovasculares quando a TRH é iniciada na transição menopáusica ou nos primeiros anos de pós-menopausa. Por outro lado, existem evidências de risco caso a terapêutica hormonal seja iniciada tardiamente. A decisão clínica de iniciar ou de dar continuidade à TRH deve levar sempre em consideração a peculiaridade de cada paciente, procurando individualizar o regime terapêutico a ser adotado, as doses e tipos a serem empregados, além do tempo de utilização dos hormônios.
Um ponto relevante a se considerar na TRH é a sua composição. Nesta questão, as substâncias que atuam de forma semelhante a progesterona, denominadas progestagênios, podem fazer grande diferença.

Estudos revelam que alguns progestagênios apresentam um bom perfil de segurança em relação ao risco cardiovascular, entre eles a drospirenona que, associada ao estradiol, tem mostrado resultados positivos para a redução dos níveis de pressão arterial em pacientes hipertensas, além de propiciar alívio dos sintomas da menopausa e não influenciar no ganho de peso.

4 exercícios que podem mudar o seu corpo!


Para os braços:
Dê tchauzinho sem medo!
-Tudo o que você vai precisar é um degrau. Sentada na escada, apóie as mãos ao lado dos quadris. Projete os quadris para frente, mantendo apenas o calcanhar direito no chão. Eleve a perna esquerda estendida, com a ponta do pé para cima. Deixe as costas retas e a cabeça alinhada ao tronco. Olhe para frente. Flexione os cotovelos, levando o bumbum em direção ao chão, e volte. São três séries de 20!

Para a barriga:
Transforme seu abdômen em um verdadeiro tanque!
-Desta vez, você não precisará de nenhum objeto! Deitada no chão, eleve as duas pernas estendidas com a sola dos pés paralelas ao teto. Eleve os braços, também estendidos, para trás, deixando-os rente às orelhas. Tire a cabeça do chão e realize movimentos alternados, subindo e descendo as pernas e os braços. É importante deixá-los estendidos durante todo o exercício. Faça três séries de 20.

Para o bumbum:
Deixe-o durinho e sem celulites!
-Conte com a ajuda de um step ou de um degrau mais baixo do que o convencional. Em pé, com as mãos apoiadas na cintura, as costas retas e o abdômen contraído, coloque o pé esquerdo no centro do step ou degrau, mantendo a perna semiflexionada. A perna direita fica estendida atrás, com a ponta do pé apoiada no chão.
-Agache descendo o tronco devagar, até os joelhos formarem um ângulo de 90 graus em relação às coxas. O joelho da frente não ultrapassa a linha da ponta do pé e o direito chega próximo ao chão. Levante estendendo as pernas e contraindo bem o glúteo da perna de apoio e repita o movimento. Serão três séries de 20 para cada lado.

Para o culote:
Desfile de biquíni sem vergonha do seu corpo!
-Deitada de lado, estenda o braço que está embaixo e apóie a cabeça sobre ele. Deixe uma perna estendida sobre a outra. O corpo deve ficar em linha reta da cabeça aos pés. Flexione o braço esquerdo e apoie a mão à frente do corpo. Leve a perna esquerda à frente estendida, com o pé flexionado (paralelo ao corpo). Eleve a perna e volte. Faça três séries de 20 de cada lado.

3 Exercícios para a barriga!


Um dos motivos que leva as mulheres se renderem à academia, é quando a barriga começa a dar sinais de flacidez. Esta é a região mais difícil de manter em forma no corpo feminino, pelo menos para a maior parte das mortais. Contudo, para que você combata este mal de vez, separamos três exercícios eficazes para você ficar com o abdômen turbinado.

Exercício 1:
Deitada de barriga para cima, deixe seus braços estendidos na mesma linha dos ombros, com a palma das mãos no chão. Eleve as pernas estendidas e unidas para cima e deixe a sola dos pés para o teto. Não tire os quadris do chão. Contraia o abdômen e olhe para frente. Gire os quadris para a esquerda com as pernas unidas na direção do chão. Vá até o máximo que conseguir e volte para a posição inicial. Faça o mesmo para o lado direito. São três séries de 20 repetições.

Exercício 2:
Deitada de barriga para cima, flexione a perna direita e eleve a esquerda, completamente estendida. Coloque a mão esquerda sobre o ombro direito. A direita fica para trás da orelha. Deixe o pescoço relaxado. Gire o corpo e flexione a perna estendida, levando seu cotovelo direito em direção ao joelho esquerdo. Repita do outro lado e volte para a posição inicial. São três séries de 20 repetições.

Exercício 3:
Deitada de barriga para cima, eleve as pernas flexionadas de forma que seus joelhos fiquem na mesma linha dos quadris. Tire a cabeça e os ombros do chão e estenda os braços nas laterais do seu corpo. Faça o movimento indo e voltando. São três séries de 20 repetições.

Praia e água de côco: uma dupla que combina com caminhada!


A caminhada, pela sua praticidade e baixo custo, tem se transformado em um dos exercícios prediletos dos brasileiros. Quem mora no litoral do país tem ainda um incentivo extra, as belas paisagens praianas. Mas, será que uma caminhada no calçadão depois do expediente já vale como uma atividade física?

-Quais as maiores vantagens da caminhada?
A caminhada é um excelente exercício para manter as pessoas saudáveis e integradas a sociedade. É uma ótima atividade para adquirir condicionamento físico saudável. Uma das suas maiores vantagens é que, na caminhada, os riscos de lesões ortopédicas e cardiovasculares são mínimos, em comparação a outras atividades.

-Quando consideramos os resultados para o corpo, há diferença entre optar pelo calçadão ou pela beira da praia?
Caminhar no calçadão ou na areia tem os mesmos benefícios. Ou seja, ambas as atividades causam pouco impacto às articulações do tornozelo, joelho, quadril e coluna. A areia exige mais trabalho dos músculos das pernas e melhora o equilíbrio, sem contar que é mais agradável e confortável se exercitar à beira da água. Porém é preciso ter o mínimo de preparo, pois é uma atividade muito mias intensa.

-Quando a caminhada é feita na praia, muita gente opta pela água de coco para se hidratar. Afinal, esta bebida está liberada?
Sim, qualquer tipo de hidratação é indicada. É importante observar que a hidratação deve ser feita antes, durante e depois da atividade, e não somente depois.

-Em relação à queima de calorias, qual a distância mínima que deve ser percorrida para se ter um bom resultado?
Sempre respeitando a individualidade de cada um, uma média seria essa:
.Caminhada a 3.2 km/h - 240 calorias em 1 hora
.Caminhada a 4.8 km/h - 320 calorias em 1 hora
.Caminhada a 7.2 km/h - 440 calorias em 1 hora

-Quais as partes do corpo mais trabalhadas?
Os membros inferiores. Os quadríceps, na coxa, são os mais trabalhados.

-Para quem quer emagrecer, caminhar é suficiente?
Emagrecer é um processo lento e gradativo que requer sacrifícios. O primeiro passo é começar uma dieta, orientada por um profissional. O segundo é começar a fazer exercícios, também orientado por um profissional. A caminhada é o começo. Com o passar do tempo, a pessoa vai adquirir um bom condicionamento e, conseqüentemente, deve começar a aumentar a intensidade da atividade. Se possível, é bom intercalar com outro exercício, como por exemplo, o ciclismo ou a natação. Assim os resultados virão mais rapidamente.

-Para ser considerada um exercício, quanto tempo deve ter a caminhada e em que velocidade ela deverá ser feita?
É relativo, depende da idade e do histórico de cada um. Mas, uma média seria: 30 a 40 minutos a uma velocidade de 5.0 a 6.5 km/h.

-O ideal é caminhar quantas vezes na semana?
Depende do objetivo de cada pessoa. Sendo um sedentário, que está começando a praticar atividades, deverá fazer de 2 a 3 vezes por semana. Uma pessoa que treina normalmente deverá fazer de 3 a 5 vezes por semana. O ideal é dar um intervalo entre os treinos. Se treinar 4 vezes por semana , corra na segunda e na terça-feira descanse na quarta-feira e volte a correr na quinta e na sexta-feira, sempre auxiliado por um profissional de educação física, para que ele possa prescrever um treinamento específico, de acordo com seus objetivos.

-Qual o melhor horário para a prática da caminhada?
Se falarmos em rendimento, não há uma regra. Cada pessoa rende melhor em um horário determinado. Além disso, o tempo para se exercitar vai de acordo com horário livre do indivíduo. De uma maneira geral, deve-se evitar o horário entre 10 e 16 horas, quando há maior incidência de radiação solar. Mas, independentemente da hora, o protetor solar nunca poderá ser esquecido.

-Quais as melhores opções de roupas e acessórios?
As roupas devem ser as mais confortáveis possíveis. Short e camiseta de materiais leves. Uma boa opção. É indispensável também o uso de boné ou óculos escuros para se proteger do sol. Um bom tênis, apesar de ter um custo elevado, é um investimento essencial, que compensa cada centavo.

-Existe alguma contra-indicação na prática da caminhada?
Não. Mas, antes de iniciar a atividade, a pessoa deve procurar um cardiologista por precaução e, caso comece a fazer e sinta dores nas articulações, deverá ir ao ortopedista.

-A caminhada é indicada para o controle de muitas doenças. Quais são elas?
Caminhar auxilia no controle do colesterol, no controle da diabete, é ótimo para o coração, previne a osteoporose (deixando os ossos mais fortes), traz mais vitalidade, maior eficiência do sistema imunológico, diminui o estresse e combate a depressão.

Dica de um Personal: Aconselho a caminhada a pessoas com idade mais avançada e aos sedentários. À medida que você pratica a atividade, o seu condicionamento vai melhorando e você deve buscar objetivos maiores como, por exemplo, o treinamento intervalado, no qual você alterna corrida e caminhada. Desta maneira, o seu corpo não acostuma com a atividade praticada e a perda de calorias será sempre alta, respeitando o seu limite e sempre sob os cuidados de um profissional.

Dica de uma Nutricionista: “Para que não aconteça nenhum imprevisto durante o exercício, a primeira dica é nunca caminhar em jejum. Porém, a alimentação antes de começar a atividade deverá se leve. Um suco ou uma vitamina de banana e mamão são ótimas opções. Vale lembrar que a hidratação é fundamental. Atualmente, existem no mercado algumas opções de repositores hidroeletrolíticos na versão light. Vale à pena experimentar”.

Dicas para queimar calorias sem suar a camisa.


O sonho de todo ser humano é poder queimar calorias sem precisar fazer muito esforço. Isso seria a soma perfeita entre a diversão, as obrigações diárias e a perda de caloria. O que muita gente não sabe, é que tarefas simples como bater palmas, pode sim ajudar a obter um resultado de sucesso. Você pratica exercícios físicos sem perceber e ainda consegue manter o corpo em forma sem ter que suar a camisa numa academia. Está pronto para encarar o desafio? Então, veja essas dicas.

- Faça tudo manualmente!
Organizar o armário, lavar o carro e os pratos, arrumar as gavetas, cozinhar, faxinar a casa, dispensar a batedeira e bater um bolo à mão... Estas tarefas, que fazem parte da sua rotina, podem ser ótimas aliadas na luta contra a balança.

- Conte os passos!
Comece a contar os passos de cada caminhada que fizer. A cada semana que passar, tente dar mais passos do que você deu na semana anterior. Se estiver na rua, ao invés de passear, ande mais rápido, como se estivesse atrasado para uma reunião. Isso vai deixar as suas pernas mais bonitas e eliminará algumas calorias.

- Dê muita risada!
Além de fazer bem à pele, já que trabalha os músculos da nossa face, combatendo o aparecimento de rugas, rir de 10 a 15 minutos por dia faz com que você perca cerca de 50 calorias. Sem contar que quando a gente está feliz, tudo parece ficar mais fácil, até uma dieta, não é verdade?

- Valorize seu café da manhã!
Seja um rei pela manhã, um burguês na hora do almoço e um mendigo no jantar. Este ditado já é manjado, mas faz um efeito incrível! Quando você se alimenta bem logo na primeira refeição do dia, manda um sinal para o seu corpo de que não está morrendo de fome e ele começa a queimar gordura. Ah! Evite comer muito tarde da noite, isso é ruim para o seu metabolismo.

- Mude o caminho!
Se você trabalha no 5º andar de um prédio, por exemplo, aproveite que são poucos andares e suba pelas escadas. Deixar o elevador de lado, de vez em quando, vai ajudar você a manter o peso e reforçar os músculos. Manter a postura também ajuda a fortalecer os músculos abdominais, além de te fazer parecer mais alto e esguio.

- Relaxe e faça sexo!
O estresse do dia a dia faz o corpo armazenar mais gordura. Para combatê-lo, especialistas garantem que o sexo é uma opção que alia felicidade e possibilidade de emagrecimento. Em apenas 30 minutos de sexo, você pode perder 250 calorias. Mas se a disposição for muita, uma noite inteira de amor pode fazer você queimar até 850 calorias. O segredo é variar bastante as posições.

- Caia na gandaia!
Se você é daqueles que curte dançar, imagina poder fazer isso durante horas. Ao contrário das aulas de dança na academia, que duram no máximo uma hora, dançar numa balada, até os pés ficarem doloridos, tem muito mais intensidade e você poderá detonar até 2000 calorias. Três vezes mais que na aula convencional.

- Crie, inove e invente!
Mesmo sem saber cantar ou tocar qualquer instrumento, divirta-se e invista em uma carreira no chuveiro! "Quem canta seus males espanta" é mais que um velho jargão, é um estudo científico que garante a perda de 110 calorias em uma hora.

Emagrecer assim é ou não é uma maneira simples e divertida de dar bye-bye às gordurinhas?

Gordura zero com tempero nota 10!


Se o seu sonho é diminuir a quantidade de gordura no seu corpo, comece optando pelos alimentos que potencializam este combate. Alguns temperos são ótimos aliados para mudar o sabor da sua dieta e para acelerar os resultados na balança. Confira!

Mostarda:
-Benefício: ½ colher de chá de mostarda nas refeições pode aumentar em até 25% o metabolismo de um indivíduo durante as três horas que sucedem a ingestão.
-Dica: Consuma 1 colher de sobremesa, dividida em 2 vezes ao dia.

Cúrcuma:
-Benefício: Evita a formação de vasos que alimentam o tecido gorduroso, são ricos em antioxidantes e anti-inflamatórios.
-Dica: Consuma 1 colher de café do pó de cúrcuma ao dia.

Canela:
-Benefício: A canela é um eficiente termogênico, capaz de aumentar a temperatura corporal, aumentando o metabolismo e saciando a fome por mais tempo.
-Dica: Consuma 1 colher de chá ao dia.

Limão:
-Benefício: O ácido cítrico tem ação adstringente, que age como se fosse um detergente que dissolve toxinas e gorduras do nosso organismo.
-Dica: Consuma 3 limões ao dia.

Salsinha:
-Benefício: Rica em clorofila e potássio é um eficiente diurético, auxiliando na eliminação de toxinas e evitando o inchaço.
-Dica: Consuma, pelo menos, meio maço por dia. Mas, ela está liberada para você comer o quanto quiser!

Maneiras de cortar a gordura saturada da sua alimentação:


Sim, ela deixa a comida muito mais saborosa, está presente nos alimentos que mais engordam e passaram a fazer parte da nossa mesa, mesmo fazendo tão mal à saúde. A gordura saturada precisa ser eliminada do nosso cardápio, não só em prol do emagrecimento, mas, principalmente, para garantir o bom funcionamento do organismo.

Portanto, chegou a hora de cortar o consumo de gordura saturada. Veja 10 maneiras simples e eficazes!

1 – Escolha cortes de carne mais magros e sempre remova a gordura.
2 – Reduza as porções de carne. Prefira queijos desnatados.
3 – Cozinhe com azeite de oliva ou óleo vegetal, nada de manteiga ou margarina.
4 – Consuma mais tofu e nozes.
5 – Adicione um pedaço de abacate em vez de queijo ao sanduíche.
6 – Prefira batata assada em vez de frita e use iogurte desnatado em vez de creme de leite.
7 – Passe a tomar leite desnatado.
8 – Substitua maionese por creme de leite no preparo de molho para saladas.
9 – Em pratos como caçarola, em vez de carne, use feijão ou legumes.
10 – Exagere nas frutas e esqueça os sorvetes!

A cor dos alimentos: Como cada uma delas influencia a sua saúde.


Por que será que alguns alimentos são vermelhos, outros verdes e outros das mais variadas cores? Você já parou para pensar nisso? Na verdade, o pigmento de cada alimento, além de colori-los, exerce importante função na prevenção e na proteção do organismo contra as doenças infecciosas.

Confira os benefícios de alguns pigmentos:

-Alimentos vermelhos:
Alimentos com esta coloração são ricos em lipoceno, uma substancia que age como antioxidante no nosso organismo, evitando doenças como o câncer e estimulando a circulação sanguínea.
Exemplos: Morango, tomate, melancia, caqui, goiaba vermelha, framboesa, cereja.

-Alimentos brancos:
Muito ricos em cálcio e potássio, eles contribuem na formação e manutenção dos ossos, na regulação dos batimentos cardíacos e no funcionamento do sistema nervoso.
Exemplos: Leite, queijo, couve-flor, batata, arroz, cogumelo e banana.

-Alimentos verdes:
Estes alimentos possuem grande quantidade de clorofila e Vitamina A, atuando na desintoxicação das células, inibindo a ação dos radicais livres (substâncias que danificam as células e causam doenças com o passar do tempo) e protegem o cabelo da ação do tempo e da poluição.
Exemplos: Vegetais folhosos, pimentão, salsão e ervas.

-Alimentos amarelos:
Por conterem grande quantidade de Vitamina B-3 e ácido clorogênico , eles ajudam na manutenção do sistema nervoso e previnem algumas doenças no coração.
Exemplos: Mamão, cenoura, manga, laranja, abóbora, pêssego e damasco.

-Alimentos marrons:
Eles melhoram o funcionamento do intestino, combatem a ansiedade e previnem doenças cardiovasculares, tudo porque são ricos em fibras e Vitaminas do complexo B e E.
Exemplos: Nozes, aveia, castanhas e cereais integrais.

-Alimentos arroxeados:
São aqueles que possuem uma pigmentação azulada e/ou arroxeada. Possuem grande quantidade de ácido elágico e são ótimos aliados no combate ao envelhecimento.
Exemplos: Uva, ameixa, figo, beterraba e repolho-roxo.

Beba Sucos!

Beber sucos naturais diariamente é uma boa pedida para a saúde,a pele e os cabelos agradecem.
Mas ingeri-los sempre com moderação, pois são caloricos, e não devem substituir o consumo de água natural, que hidrata o corpo e euxilia na eliminação de toxinas.

SUCO ANTICELULITE
Ingredientes:
-1 colher de germe de trigo
-½ pepino sem casca
-½ maçã pequena sem casca
-½ mamão papaia
-1 morango
-½ cenoura

Modo de preparo:
-Corte todos os ingredientes em pedaços bem pequenos e bata no liquidificador até que fique bem homogêneo.



SUCO CONTROLE DE PRESSÃO
Ingredientes:

-1 dente de alho
-1 pires de couve crua
-½ laranja
-½ copo de água gelada
-½ copo de suco de limão
-Adoçante a gosto

Modo de preparo:
-Pique o alho, a couve e a laranja. Coloque os ingredientes no liquidificador e adicione a água e o suco de limão. Bata bem. Sirva em seguida.



SUCO CALMANTE
Ingredientes:
-5 morangos
-¼ de pera
-½ banana
-1 colher de sobremesa de semente de linhaça
-½ copo de chá de folha de maracujá

Modo de preparo:
-Bata todos os ingredientes no liquidificador e tome durante a ceia.



Suco de laranja com abóbora:
Refrescante e saudável, esta receita não pode faltar no seu cardápio
Ingredientes:
-200 g de abóbora cozida
-(1 copo)Suco de 15 laranjas
-Açúcar a gosto
-Gelo

Modo de Preparo:
-Cozinhar a abóbora, bater no liquidificador
com o suco de laranja e água gelada.
-Servir gelado.


Suco Desintoxicante
Ingredientes:
- 1 copo de 300 ml de abacaxi em cubos.
- 1 colher de sopa de raspas de casca de limão.
- ½ colher de sobremesa de gengibre fresco ralado.

Modo de preparo:
-Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva.
Os componentes do abacaxi, como vitaminas do complexo B, ácido pantotênico e vitamina A, fazem a fruta ser energética. Além disso, o abacaxi tem efeito antiinflamatório, diurético e digestivo, graças a uma substância encontrada em seu miolo, a bromelina. Já a casca do limão e o gengibre contêm substâncias antioxidantes, tendo funções antiinflamatórias. Quanto maior for a expulsão de toxinas do organismo, mais disposição física você vai notar. Outros benefícios percebidos são pele mais firme e intestino funcionando em ordem.



Suco revigorante
Ingredientes:
-1 maçã.
-3 folhas de hortelã.
-1 inhame pequeno.
-1 fatia de 1 centímetro de gengibre.

Modo de Preparo:
-Bata no liquidificador coe e beba em seguida.




Suco anti-celulite
Ingredientes:
- 1 colher de sobremesa de salsa
- 1 pires de chá de couve manteiga crua
- 1 fatia média de abacaxi
- 350 ml de água de coco
- 3 folhas de hortelã
- ½ limão para suco

Modo de preparo:
-No dia anterior ao preparo do suco, coloque a água de coco em forminhas para gelo e leve ao congelador.
-Para preparar o suco, bata bem no liquidificador a água de coco, a couve e a salsinha.
-Acrescente o abacaxi, gotas de suco de limão e hortelã.
-Bata até ficar bem homogêneo.
-Adoce, caso seja necessário.
-Se preferir, substitua o abacaxi por melão.

A mistura de antioxidantes e verduras é potente para reduzir a inflamação típica da celulite. As verduras garantem maior desintoxicação, o limão contém vitamina C e limoneno, ambos com atividade antiinflamatória, garantindo uma pele mais lisa. O potássio da água de coco evita a retenção de líquido, outra característica do processo inflamatório. A receita ainda colabora na recuperação das células e dá mais viço a ela, melhorando o aspecto de casca de laranja.
Evite frituras,cigarro,bebida alcóolica em excesso,e fuja de refrigerantes e bebidas com gás e excesso de açucar.
Lembrando sempre: moderar é a palavra chave,pode se comer e beber tudo desde que haja o bom censo e moderação.

Varizes: uma questão que vai além da estética!


Quem nunca teve varizes? Difícil encontrar uma mulher que não sofra com este problema! O grande perigo é que a maioria das pessoas trata a questão como um simples assunto estético e não de saúde!

As varizes são um mal que atingem boa parte da população e a falta de tratamento pode gerar outros problemas.
Apesar de ser muito mais comum em mulheres, os homens também podem sofrer com a patologia. Fatores como a idade podem influenciar diretamente no aumento das varizes, que surgem a partir de uma deficiência da circulação.

A principal causa das varizes é o comprometimento da parede venosa e o aumento da pressão dentro do vaso ou alteração na função das válvulas. Outros fatores também colaboram para o aparecimento do problema, como raça, idade, sexo, predisposição hereditária, obesidade, hábitos alimentares, hábitos posturais, gravidez, uso de anticoncepcionais, traumatismo e tabagismo.

Os principais sintomas são dores semelhantes a uma queimação; cansaço; sensação de pernas pesadas; edemas ao redor do tornozelo. Nas mulheres as dores podem ser mais intensas nos períodos próximos ou durante a menstruação e na gravidez.

E quanto à velha historia de que depilar dá varizes: "Não existe nenhuma relação que possa afirmar que a depilação, o uso de saltos altos, subir escadas, carregar peso, musculação e ginástica levem as varizes. Pelo contrário, estas atividades são recomendadas para a prevenção, desde que feitas de forma correta e sem exageros.

O tratamento varia de acordo com a característica e tamanho das varizes.As veias mais salientes, que elevam a pele, são de tratamento cirúrgico; as microvarizes, sem saliência na pele, são de tratamento microcirúrgico; as telangiectasias - vasinhos finos na região externa ou interna das coxas, devem ser tratadas com escleroterapia, injeção de solução alcóolica ou hipertônica dentro dos vasos; e as veias perfurantes, que comunicam o sistema venoso profundo com o superficial causando edema, eczema, lipodermatoesclerose e úlcera, deverão ser tratadas com a técnica cirúrgica de vídeo-endoscopia.

O mais importante é tentar prevenir a doença evitando o ganho de peso, adotando uma dieta rica em fibras, não permanecendo muito tempo parado, em pé ou sentado, caminhando e praticando exercícios físicos, não fumando, usando meias elásticas de média compressão durante a gravidez, evitando anticoncepcionais e descansando com as pernas elevadas. Assim você poderá evitar o aparecimento das varizes.

Qual a taxa ideal da pressão arterial?


Pesquisa da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo aponta que 6% dos paulistas desconhecem a taxa ideal da sua pressão arterial. "Este dado confirma que as pessoas ignoram o seu estado de saúde pelo simples fato de não irem ao médico regularmente", diz o cardiologista-intervencionista e coordenador do Serviço de Hemodinâmica do Hospital Bandeirantes, Dr. Hélio Castello.

O mais preocupante para o médico é que, além de não se submeter aos exames rotineiros, o hipertenso, mesmo quando descobre o problema, costuma abandonar o tratamento um ano depois do diagnóstico.

"Uma pressão sob controle deve estar abaixo de 140 mmHg por 90 mmHg, sendo considerado, pela Organização Mundial de Saúde (OMS) o valor em torno de 120 mmHg por 80 mmHg. Se o índice máximo for 200 mmHg e o mínimo 100 mmHg, há perigo de infarto, AVC e outras complicações", explica o médico.

Segundo o cardiologista, há pessoas que vivem bem com a hipotensão (pressão baixa) - 80 mmHg por 60 mmHg, por exemplo. Elas não sentem incômodos, como desmaio e tonturas, e desenvolvem bem suas tarefas.

No passado, a aferição da pressão arterial podia ser feita em farmácias, Porém, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu que apenas hospitais estão aptos a fazer o procedimento visando evitar erros de diagnóstico. A medida deve ser feita por um profissional treinado e por medidores calibrados.

"Caso desconheça a sua pressão e não tenha nenhum sintoma, é recomendável medir uma vez ao ano. Em pessoas com histórico familiar, a periodicidade deve ser de pelo menos a cada seis meses", conclui Dr. Hélio Castello, cardiologista-intervencionista do Hospital Bandeirantes.

Os benefícios do vinho para a sua saúde!


Ideal para um jantar romântico, para celebrar bons momentos, antes ou depois das refeições, o vinho é sempre uma boa pedida. Mas além de uma bebida deliciosa, o vinho tinto também é um grande aliado para o funcionamento do metabolismo humano.
Muita gente não sabe, mas o consumo moderado de vinho traz vários benefícios para a saúde e pode prevenir diversas doenças. E motivos não faltam para incluir a bebida no cardápio diário e garantir uma vida mais saudável.
O segredo de tais benefícios está na uva, sua matéria-prima. Na casca do fruto são encontrados os polifenóis e outras substâncias muito poderosas que tornam o vinho um ótimo antioxidante e anti-inflamatório.
O vinho ajuda a prevenir doenças no aparelho urinário e digestivo, problemas respiratórios, cardiovasculares e cerebrais, além de câncer e diabetes. Entre outros benefícios do vinho para a saúde, podemos citar sua ação no controle do estresse e da depressão. A bebida também faz bem ao coração, diminui os níveis de colesterol ruim (LDL), aumenta o colesterol bom (HDL), evita coagulação de sangue em lugares errados prevenindo infartos.
Mas para aproveitar o que o vinho tem a oferecer para contribuir com boa saúde, é preciso moderação. O consumo de vinho deve ser sem exageros, pois o álcool em excesso pode causar danos à saúde. O recomendado pelos médicos e o suficiente para ter uma vida saudável é tomar uma taça após o almoço e outra no jantar.

Dicas para incluir o vinho na sua dieta:
Um bom vinho combina com qualquer estação.Mas é perfeito no inverno,além de aquecer o corpo,traz benefícios ao corpo.

1. Importante: O valor calórico do vinho está ligado ao teor alcoólico. Quando maior o teor mais quantidade de álcool etílico que fornece 7 calorias por grama.

2. Saiba escolher: O vinho seco apresenta uma quantidade pequena de açúcar (menos do que 5 gramas por litro), o demi sec (de 5 a 20 gramas de açúcar por litro)e o doce (maior do que 20 gramas de açúcar por litro).

3. Para a saúde: O vinho tinto tem mais antioxidantes do que o branco. Por isso têm efeito positivo em relação ao colesterol bom, possui ação antiinflamatória e protege contra doenças cardiovasculares.

4. Atenção: O vinho sozinho não previne o organismo de doenças. Para isso é necessário manter o peso saudável e praticar atividade física.

5. Aproveite: É recomendado tomar uma taça por dia de vinho para mulheres e duas taças por dia para homens.

Dicas para desinchar a sua barriga!


Não tem jeito! A barriga é sempre a maior preocupação quando o assunto é o nosso corpo. Seja homem ou mulher, o desejo é para que ela seja o mais reta possível. Já que é assim, veja algumas dicas que vão te ajudar a desinchá-la!

1 – Ao comer uma salada, prefira os ingredientes que podem ser consumidos crus. Esqueça os molhos. Tempere, no máximo, com azeite e pouco sal. Para acompanhar, uma pequena porção de carboidrato, de preferência integral, pois ajuda na regulamentação do intestino, e outra de proteína. É claro que o frango e o peixe devem ser as escolhas!

2 – Aquela história de que beber muita água ajuda a emagrecer não é balela! Os chás também são ótimas opções, exceto os chás mates! Mas, vale lembrar que qualquer que seja o líquido, está proibido durante as refeições!

3 – Alimentos como feijão, frituras, pão, queijo, embutidos, salame, salsicha e refrigerantes devem ser eliminados, pois causam gases!

4 – As fibras devem ser consumidas várias vezes ao dia. Cereais pela manhã, barrinha de cereal nos intervalos das refeições, sopa com alimentos ricos em fibras à noite, ou seja, incluí-las no cardápio só te ajudará na luta contra a barriga. Elas ajudam no funcionamento do intestino e ainda trazem diversos benefícios à saúde!

5 – Tudo o que puder deixar o seu corpo em movimento pode se transformar em um forte aliado. Por isso, opte sempre pelas escadas ao invés do elevador, caminhe bastante dentro da sua própria casa e, é claro, procure uma atividade física que se encaixe na sua rotina!

Gorduras boas e ruins.


Sempre tão temidas, as gorduras são consideradas as grandes vilãs da nossa saúde e do nosso corpo.Quando se trata do fator estético, tanto medo é completamente compreensível.
Quem precisa emagrecer tem que cortar, primeiramente, as calorias dos alimentos. Logo, cortar a gordura é fundamental. 1grama de gordura fornece 9 kcal e 1 grama de carboidratos ou proteínas fornece 4kcal, ou seja, cortando a gordura, estamos cortando as calorias.
Contudo, o papel dos lipídios (nome científico das gorduras) no nosso organismo não pode ser ignorado. Eles estão na composição de hormônios, lipoproteínas, vitaminas e até mesmo da membrana celular. Com isso, concluímos que a quantidade de gordura deve ser controlada, mas o mais importante é fazer a escolha certa entre os vários tipos de gordura que existem nos alimentos.
De uma maneira geral, gorduras ruins aumentam os depósitos de godura (localizada, nos órgãos e artérias). Já as gorduras boas melhoram o metabolismo, rejuvenescem e melhoram a circulação sanguínea.

Aprenda a diferença:

Ruins:
• Saturada: carnes, leite integral, queijos amarelos, pele de frango, manteiga, creme de leite...
• Trans: biscoitos, sorvetes, margarina...

Boas:
• Moninsaturada: abacate, azeite, azeitonas, oleaginosas (castanhas, nozes e amêndoas)
• Polinsaturada (w3 e w6): peixes, frutos do mar, soja, linhaça.

Comer nozes ajuda a baixar os níveis de colesterol no sangue.


A gente sempre está escutando falar que isso ou aquilo ajuda a combater um dos maiores vilões da nossa saúde: O colesterol LDL, conhecido como colesterol ruim. Porém, para a felicidade daqueles que já lutam contra este mal, uma pesquisa norte-americana comprovou que comer nozes pode ser uma saída para o problema.

O estudo, liderado por Joan Sebate, da Universidade de Loma Linda, na Califórnia, comparou indivíduos que não comiam nozes com outros que ingeriam o mesmo fruto seco. Durante a investigação foram analisados 25 testes realizados em sete países, envolvendo homens e mulheres entre os 19 e os 86 anos, com níveis altos ou normais de colesterol.

A conclusão foi clara: as pessoas que comeram 67 gramas de nozes por dia registraram uma queda de 5,1 por cento da concentração total de colesterol e uma diminuição de 7,4 por cento na lipoproteína LDL-C, o colesterol de baixa densidade, conhecido como mau colesterol.

Algumas pessoas que também sofriam com alteração na taxa de triglicerídeos e participaram da pesquisa obtiveram resultados surpreendentes. Ao consumir a mesma quantidade de nozes daqueles que lutavam contra o colesterol alto, registraram uma queda de 10,2 por cento nos níveis de lípidos no sangue.

Vantagens e desvantagens:

Este delicioso fruto seco é uma excelente fonte de n-3, um ácido gordo que o organismo não sintetiza. Os potenciais benefícios deste nutrimento para a saúde vão desde protecção cardiovascular, por favorecer o perfil lipídico em indivíduos com hipercolesterolemia; promoção da função cognitiva; efeito anti-inflamatório, evitando a formação da placa de ateroma.

As células cerebrais e nervosas são compostas essencialmente por gordura, desempenhando o n-3, também neste caso, um papel fundamental nestas estruturas.

Um antioxidante particular da noz é o ácido elágico, que favorece o sistema imunitário e previne o cancro, devido a várias propriedades anticarcinogénicas que contém que bloqueiam as vias metabólicas indutoras desta patologia. Este ácido não ajuda apenas a proteger as células saudáveis dos danos causados pelos radicais livres, mas também ajuda a desintoxicá-las de substâncias potencialmente carcinogénicas.

As nozes contêm ainda teores expressivos de L-arginina, um aminoácido essencial, especialmente importante na hipertensão arterial. Endogenamente, nos vasos sanguíneos, a L-arginina é convertida em óxido nítrico - composto vasodilatador que ajuda a manter a integridade dos vasos sanguíneos. Assim, este aminoácido torna-se particularmente importante nesta patologia uma vez que estes indivíduos apresentam, geralmente, os níveis de óxido nítrico abaixo do normal.

A ingestão de nozes também diminui os teores plasmáticos de E-selectina, molécula que favorece o processo de adesão celular promovendo a formação de placas de ateroma.

O teor considerável em vitamina B6, promove o bom funcionamento do cérebro e a produção de glóbulos vermelhos.

As nozes são uma boa fonte de manganês e cobre, dois minerais fundamentais, que são co-factores de inúmeras enzimas envolvidas no processo de antioxidação celular.

Devemos salientar que as nozes apresentam um valor energético muito elevado, por esta razão, a sua ingestão deve ser moderada.

O potencial alérgico da noz é pouco acentuado, no entanto, indivíduos susceptíveis devem evitar a sua ingestão.

segunda-feira, 28 de março de 2011

O Ronco pode causar doenças graves.


O ronco está longe de ser um distúrbio inofensivo, que somente atrapalha quem dorme ao nosso lado. Causado pelo relaxamento dos músculos da garganta, língua e palato durante o sono, o ruído alto e incômodo acontece quando o ar passa pela garganta fazendo com que os tecidos do palato vibrem. Apesar de ser sempre muito ignorado pelas pessoas que sofrem deste mal, o ronco não pode ser encarado como um “probleminha à toa”, kA que, de acordo com pesquisas, ele pode causar doenças graves.
“Existem diversos tipos de tratamento para o ronco, inclusive na odontologia, com o uso de placas. Não há motivos para o roncador deixar de se cuidar, já que o distúrbio tem se tornado fator de risco para várias enfermidades”, diz Dr. Eduardo Rollo Duarte, dentista especialista em odontologia do sono.

Sintomas e Doenças que o ronco pode causar:
- Apnéia do sono – Caracteriza-se por pequenas interrupções durante o sono, onde o paciente fica alguns minutos sem respirar e depois volta ao normal.

- Gengivite e diabetes - O ronco deixa a boca seca, o que causa a diminuição de saliva, que é um fator de proteção contra a proliferação de bactéria o que contribui para o aparecimento de doenças bucais, além de afetar a gengiva, favorecendo a gengivite. Ela também provoca o aumento da resistência à insulina, dificultando o controle do açúcar no sangue. Ao se iniciar um tratamento dentário deve ser informado ao dentista que se tem diabetes, pois alguns dos procedimentos serão alterados em função disso.

- A gengivite é o inchaço e sangramento na gengiva, que também causa mau-hálito, pus, amolecimento e mudança na posição dos dentes, provoca também o aumento da resistência à insulina, dificultando o controle do açúcar no sangue.“A preocupação com os dentes e gengiva ajuda a prevenir doenças bucais, e os diabéticos devem ter atenção redobrada com relação a isso.”, diz Dr. Eduardo.

- Problemas cardíacos - Durante o sono, a apneia causa o relaxamento da faringe, dificultando a passagem do ar. "O paciente fica sem respirar por alguns instantes e isso diminui a oxigenação do organismo. Isso faz com que a pressão arterial fique mais alta, aumentando assim os riscos de enfarte”, explica o especialista.

- A obstrução das vias respiratórias faz com que o organismo precise de uma força maior para que o ar chegue até o pulmão e possa ser distribuído para o organismo, o que força o coração a bombear o sangue com mais força ou rapidez.

- Sonolência diurna - Resultado de uma noite mal dormida. Pacientes que roncam não atingem um sono profundo, já que ficam em estado de semialerta. A falta do descanso ideal causa sonolência diurna, o que pode acarretar em acidentes de trânsito, acidentes de trabalho e claro, péssima qualidade de vida.

- Glaucoma - O glaucoma é o distúrbio visual que pode levar à cegueira. A apneia do sono pode ser associada a algumas condições oftalmológicas como o glaucoma, devido às paradas respiratórias. Durante o sono ocorre a diminuição do oxigênio sanguíneo que reduz a espessura no nervo retinal, o que leva ao glaucoma. Pacientes com apneia do sono devem fazer exames periódicos para avaliar sinais precoces de glaucoma, da mesma forma, pacientes com distúrbios ópticos devem ficar atentos e apurar a presença de apneia.

Situações de Stress no trabalho podem causar Depressão: Fique atento!


A correria, o excesso de cobrança, o acúmulo de tarefas, tudo isso faz parte da rotina de uma pessoa que trabalha. Mas, quando o estresse é muito, pode ser que algumas doenças acabem aparecendo, como é o caso da depressão. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a depressão passará da 4ª para a 2ª colocada entre as principais causas de incapacidade para o trabalho no mundo até 2020.
Os primeiros sinais de um quadro depressivo são: Irritabilidade, insônia, dores sem causa clínica definida, cansaço excessivo, baixa produtividade e dificuldade para tomar decisões. "As atribuições do cargo também devem ser consideradas fator de risco para a doença. Um executivo, por exemplo, que não gosta de falar em público, mas precisa fazer determinadas apresentações, pode ser forte candidato a tornar-se depressivo".
Em longo prazo, quadros de depressão não tratados podem resultar no afastamento das atividades, elevando o absenteísmo nas empresas, ou até mesmo em demissão, já que a baixa produtividade e o desinteresse pela rotina podem afetar a avaliação da empresa sobre o funcionário. "É importante reconhecer os sintomas emocionais e físicos e, o quanto antes, procurar ajuda médica".

Fique por dentro destes sintomas:
- Emocionais: Tristeza, perda de interesse, ansiedade, angústia, desesperança, estresse, culpa.

- Físicos: Baixa energia, alterações no sono, dores inexplicáveis pelo corpo (sem causa clínica definida), dor de cabeça, dor no estomago, alterações no apetite, alterações gastrointestinais, alterações psicomotoras, entre outras.